Torcida: a do Ceará ainda comemora a vitória fora de casa depois de quase dois anos, a do Cruzeiro chora e a do São Paulo pede que Ceni volte logo

Aleluia!


Na noite de terça-feira, 14, dois times duelam dentro da arena Boca de Jacaré. Aos 32 minutos da etapa final, um gladiador coloca fim a um jejum de mais de 660 dias.

O jogo era entre o Ceará que há quase dois anos não conseguia uma simples vitória fora de casa e o Brasiliense, terceiro colocado no Campeonato Brasileiro da Segunda Divisão. Com um gol de pênalti marcado por Geraldo o time cearense quebrou o tabu.

Parabéns ao Ceará pela vitória suada, mas a nação alvinegra não merecia tamanha espera.

Fraquejou!

Já na quarta-feira, 15, o Cruzeiro deixou a sua torcida decepcionada ao perder para o Estudiantes em pleno estádio Mineirão lotado, por 2 a 1 de virada. O sonho do tricampeonato da Taça Libertadores e se igualar ao São Paulo foi adiado.

Sem demonstrar a determinação usada para eliminar o São Paulo, Grêmio e empatar na primeira partida fora de casa com o time argentino, a raposa deixa o Estudiantes se tornar treta na principal competição das Américas (1968, 69, 70 e 2009).

Nas últimas seis vezes que os brasileiros enfrentaram times estrangeiros na final do campeonato foram derrotados. Palmeiras (2000), São Caetano (2002), Santos (2003), Grêmio (2007), Fluminense (2008) e agora o Cruzeiro.

Está chato! Vamos ver se alguém no próximo ano acaba com isso.

Volta logo!

Depois que o goleiro Rogério Ceni se machucou em abril, time do São Paulo desandou. O tricolor foi eliminado do Paulistão, da Libertadores e não faz uma boa campanha no Brasileirão.
Para a alegria da torcida são-paulina o camisa 1 já voltou a treinar e deve retornar ao hexacampeão brasileiro no início de agosto.

- Agência de Notícias Esporte 100-

Caso tenha um tempinho visite meu blog http://www.janessouza.blogspot.com/ , me acompanhe pelo TWITTER http://twitter.com/janessouza e caso queria entrar em contato mande um email para janessouza.reporter@gmail.com

Até a próxima semana e obrigado.

Janes Souza

1 comentários

Denuncie

Diga não a pornografia infantil.

Se você encontrar imagens de crianças submetidas a situações constrangedoras, como poses ou atos sexuais, ou ler trocas de mensagens ligadas a pornografia infantil, exploração sexual de menores ou pedofilia, denuncie.